Superar fim de relacionamento

Como superar o fim de um relacionamento em 5 passos

Não importa quanto tempo durou o relacionamento – 10 semanas, 10 meses, 10 anos – o fim sempre é doloroso. Essa pessoa esteve presente no seu coração, na sua rotina e nos seus planos. Simplesmente aceitar sua partida (ou mesmo deixá-la) é doloroso, pois junto vão as memórias e o futuro planejado, e parece que o vazio e a incerteza tomam conta.

Além disso, temos a tendência de sempre ver o término de namoro com maus olhos por causa do fim da comodidade. Isso acontece porque somos apegados àquilo que conhecemos e a ideia do novo pode dar medo e assustar. Acontece que há males que vêm para o bem e se acabou é porque realmente não estava dando certo. O importante é se ater ao presente e a você mesma.

Você também poderá gostar do nosso artigo sobre Crise dos 3 Anos de Relacionamento.

Para te ajudar, separamos 5 passos indispensáveis de como superar o fim de um relacionamento!

1. Viva o luto

Chore, sofra, coloque para fora! Muitas pessoas acham que o melhor é fingir que está tudo bem, fingir a superação. Mas esse é um grande erro. Você deve, sim, ver aquele filme triste e morrer chorando. Deve, sim, ficar em casa, no seu quarto, vivendo a dor e ficando sozinha.

Você precisa passar por esse momento por dois motivos:

  • guardar dor, mágoa e tristeza contribui para manter uma ferida que não vai cicatrizar, ela vai ficar apenas com uma casca (que pode ser facilmente removida);
  • depois de chegar ao fundo do poço, você começa a perceber que precisa reagir.

Nesse momento é importante contar com as pessoas que você confia. Aproxime-se ainda mais de quem você ama e quem te apoia. Desabafe!

2. Evite contato com seu(ua) ex

Não importa se você terminou ou levou “o pé”. Quando o relacionamento acaba, manter contato com a pessoa só vai dificultar entender que suas vidas já não se envolvem mais e nem dizem respeito um ao outro. Por isso, se afaste: bloqueie e exclua a pessoa e seu número das redes sociais. Assim, você evita uma série de situações, como:

  • você entrar em contato ou esperar alguma tentativa de contato por parte da pessoa;
  • olhar fotos e novidades da vida da pessoa que vão te machucar;
  • ver interações dela com outras pessoas (agora vocês estão solteiros).

Então, manter contato por agora nem pensar. Quem sabe futuramente…

3. Afaste-se das memórias

Evite os gatilhos que te fazem pensar nas coisas do relacionamento. Evite frequentar os lugares aonde iam, ouvir as músicas de vocês, ver os mesmos filmes, comer as mesmas coisas. Além disso, se você ainda não está pronta para colocar as coisas de vocês fora, pelo menos guarde. Tire-as da sua vista!

Você está em um novo momento. Mudar a rotina e não ficar revivendo o seu relacionamento vai te ajudar a superar de uma maneira menos melancólica e dolorosa.

4. Cuide de você mais do que nunca

Esse é o momento de ocupar o espaço que você estaria com a pessoa com coisas que agreguem a você, que te façam bem: faça aquela aula de dança que sempre quis, viaje nem que seja por um dia, corte e pinte o cabelo, cuide da alimentação e pratique exercícios físicos… Enfim! Tenha amor por si, se valorize e cuide bem de você mesma!

5. Conheça pessoas novas, saia e se divirta

Não adianta lamentar pelo passado, você só tem o agora e o que ainda está por vir! Então, saia para novos lugares, converse com novas pessoas e faça amizades, preencha sua vida com o novo, com o diferente. Viva a sua liberdade e toda a energia que ainda existe aí dentro para recomeçar!

Sabemos que pode parecer difícil recomeçar, mas você precisa dar esses passos, reagir. E lembre-se: “não há bem que sempre dure, nem mal que nunca acabe”. É apenas uma fase, vai passar. E, com certeza, você encontrará alguém que saiba te valorizar e queira estar ao seu lado verdadeiramente!

Compartilhe!

Deixe uma resposta