Dor de cabeça no período menstrual: Você sabe identificar?

Ah, que sorte a das mulheres que não sofrem no período menstrual! Irritabilidade, desconforto abdominal, inchaço e cansaço¹ são alguns dos sintomas mais frequentes “naqueles dias”. Você sabia que as dores de cabeça podem fazer parte dos sintomas do período menstrual¹? Consideradas mais intensas e muitas vezes acompanhadas de náuseas², são causadas pelos baixos níveis hormonais no organismo que ocorrem durante esse período². A gente vai te ajudar a decifrar esse mistério do período tão chatinho para as mulheres.

Por que ela ocorre

Você já parou para analisar quando e por que a sua dor de cabeça ocorre? Ou não tem a menor ideia do porquê que isso acontece? Quer entender melhor?

As dores de cabeça recorrentes nesse período estão associadas ao baixo nível hormonal de estrogênio, que é um processo normal desse período. Com a baixa desse hormônio, nossos vasos sanguíneos dilatam, o que provoca um maior fluxo sanguíneo e comprime as estruturas adjacentes, causando as dores de cabeça².

 

Quando ela tem associação com a menstruação?

Existem algumas controvérsias em relação ao período em que a dor de cabeça é considerada menstrual. Contando depois do primeiro dia de menstruação, alguns autores compreendem esse período entre uma semana antes e uma semana depois; já outros consideram esse período de apenas dois dias antes, e dois dias depois².

 

Você sabe diferenciar a dor de cabeça desse período das demais?

Na grande maioria dos casos, a dor de cabeça surge até o primeiro dia de menstruação. Uma característica específica desse sintoma menstrual é a dor ser latejante ou em pressão. Muitas vezes a dor é acompanhada de náuseas e/ou enjôos².

 

Como tratar esse tipo de dor de cabeça?

Usualmente ela pode ser tratada do mesmo modo que as outras dores de cabeça, apesar de ser reportada como mais intensa e menos responsiva aos tratamentos convencionais³. Pode também ser tratada de forma específica, com uma terapia hormonal adequada³. Mas fique atenta: nem sempre esses sintomas estão associados ao ciclo menstrual, podendo serem causados por outros fatores. É recomendável consultar um médico antes do uso de qualquer medicação, e continuar com o acompanhamento caso a dor persista.

 

  1. Silva CML, Gigante DM, Carret MLV, Fassa AG. Estudo populacional de síndrome pré-menstrual. Rev Saúde Pública. 2006; 40(1): 47-56.

 

  1. Miziara L, Bigal ME, Bordini CA, Speciali JG. Cefaleia menstrual: estudo semiótico de 100 casos. Arq Neuropsiquiatr. 2003; 61(3-A): 596-600.

 

  1. Ribeiro RL, Carvalho DS. Cefaléia associada aos ciclos hormonais da mulher. Rev Neurociências. 2000; 8(3): 93-98.

Compartilhe!

Deixe uma resposta